Plano de classe para curso EAD: um pioneiro com 9 produtos que não podem perecer

Você já definiu que adoraria permitir aulas pela internet, porém também não possui ideia por no qual iniciar? Fique sossegado, visto que isto é supernormal! Saiba que o primeiro passo ( e pode ser que o mais fundamental ) é montar um bom plano de classe para curso EAD. 

Gostou? Confira mais artigos completos AQUI.

Melhor do que uma simples prova, o plano é a base do seu negócio – e pode te auxiliar a melhorar a luta caso um impensado surja no meio do percurso. 

Se você pretende iniciar o seu curso com o pé direito, continue o texto! Separamos dicas exclusivas que ajudarão muito. Confira! 

Primeiro, com que objetivo serve um plano de classe para curso EAD? 

Bem simples e direto: um plano de classe para curso EAD serve para te conter do início ao fim – é principalmente como um regulamento. Ou seja, com ele você sabe o que realizar ( e em que momento realizar!). 

9 produtos que não podem perecer no seu plano de classe para curso EAD 

1. Motor do curso 

Você já definiu o mote do seu curso, certamente? Excelente! Agora, o que pode parecer um pouco mais complexo é definir a motor – em outras palavras, a asserção de valor do seu negócio. 

Para que o seu curso há? Que bem ele fará ao mundo? O que de distinto ( em correlação aos concorrentes) ele possui a proporcionar? 

Procure corresponder a essas perguntas para alcançar a uma citação ( simples e poderosa), que o ajudará a mantê-lo no norte certamente. 

Pretende analisar algumas ideias para se sorver? 

Leia aqui: Como desenvolver uma asserção de valor para a EAD em 3 passos 

2. Manifestação do público 

O seu curso é para crianças, jovens, adultos ou idosos? Esses indivíduos moram em qual região geográfica? Quais são os gostos e práticas delas? 

Tudo bem, várias vezes o público pode parecer lato e complicado de saber. Porém colocar uma base “ ideal ” desse artigo no seu plano de classe para curso EAD auxilia a não apartar-se bastante da asserção. 

Dessa maneira, você pode ter uma ideia da espera do seu público – e possui como oferecer uma experiência do cliente cada vez melhor. 

VOCÊ SABIA QUE PODE TER SUA PRÓPRIA PLATAFORMA DE HOSPEDAGEM DE VÍDEOS LIVRE DE DIREITOS AUTORAIS? CONFIRA AQUI.

3. Formato das aulas 

As aulas serão ao diligente ou apenas gravadas? Ou, quem sabe, uma falha dos 2 formatos? Depois de definir isto, qual ferramenta você vai utilizar para passar o conteúdo? 

Em suma, aqui você pode observar a partir de plataformas de estalagem de vídeos até aplicativos do tipo “ tertúlia ” – como o Zoom e o Meet – ou, quem sabe, suas próprias redes sociais. 

4. Cronograma de conteúdos 

Montar um cronograma de conteúdos vai bastante além de uma classe isolada. Ele necessita abarcar um intuito harmônico, com início, meio e fim – e que não deixe pontas soltas. 

Por exemplo, se você der aulas de inglês, que metodologia de treino você vai seguir? O conteúdo será fracionado entre básico, órgão e avançado? Quanto tempo você vai utilizar para cada questão – como pronomes, verbos e tesouro? 

Similarmente é primordial, aqui, definir o princípios de análise. Haverá provas a cada final de melódico ou apenas no fim do curso? 

Ter isto em mente te auxilia ( e bastante ) a realizar com o plano de classe sem complicações! 

5. Materiais de ajuda 

Nem sequer apenas de vídeos vive um curso EAD! Evidente, cuidar da gravação (falaremos melhor sobre isto mais embaixo ) é necessário – porém similarmente é preciso julgar em materiais complementares. 

Seus alunos vão acompanhar o curso pela apostila? Por um ebook? Por um livro, pode ser que? Progredir as suas aulas com materiais de ajuda auxilia a aumentar a angariação – e a individualizar o seu curso. 

6. Equipamentos para gravação 

Colocar na ponta do lápis cada equipamento, já no plano de classe, te dá tempo para realizar cotações em lojas distintas. Ou seja, você pode contar – e, ao adquirir um bom equipamento, possivelmente não terá dor de cabeça mais pra frente. 

Porém, como adotar todos os equipamentos importantes? Por mais que varie para cada tipo de curso, alguns produtos básicos são: 

  • computador com ótima memória e personalidade de processamento; 
  • câmera de vídeo ( ou mesmo uma webcam) – melhor também se filmar em HD; 
  • tripé para ajuda da câmera; 
  • microfone de lapela. 

Uau, é uma ótima afinidade de internet, combinado? Especialmente se você for passar na internet, isto é crucial. 

7. Ferramentas digitais 

Defecar os vídeos e cuidar da disposição do seu curso são negócios que fazem a diferença. A ótima explicação é que hoje há várias ferramentas disponíveis na internet – e várias delas são gratuitas e bem fáceis de mexer. 

No seu plano de classe para curso EAD, realmente compensa atender os softwares embaixo. 

  • Um editor de vídeo 

Há boas opções por aí! Entre elas, o ClipChamp, que é na internet e traz uma série de templates de vídeo já prontos. 

  • Um hub de tarefas

Aqui vai uma superdica: o Trello usa a metodologia kanban e é customizável, de acordo com suas necessidades. Ou seja, você pode usá-lo como diário ou como controlador de aulas e outras necessidades. 

  • Um aplicativo de publicação de imagens 

Se você já tiver experiência com design ( e supervisionar do Photoshop), excelente! Caso não, alguns apps ( como o Trakto) são bem simples e atendem bastante bem as necessidades de postagens em redes sociais e materiais de comunicação em maior parte. 

  • Um aplicativo de armazenamento na anuviamento 

O Google Docs é uma ótima escolha, já que te oferece a partir de simples editores de artigo até tabelas e apresentações de PPT. E o melhor: você pode acessar de qualquer lugar, em diversos dispositivos! 

Curso grátis: Como criar streaming de vídeo ao vivo

8. Precificação 

Definir o seu preço pode não parecer missão possível. Porém observar alguns pontos auxilia muito! Por exemplo, você pode iniciar fazendo um cômputo dos seus gastos com a estrutura – a partir de o esfera e os equipamentos até o utilização de ferramentas complementares. 

Similarmente é primordial estudar o seu público. Princípios bastante fora do quantidade de compra são capazes de afugentar os alunos ( porém preços bastante baixa similarmente são capazes de não mudar a confiabilidade essencial ). 

9. Aquilo que se faz de marketing e vendas 

Antes de concluir o seu plano de classe para curso EAD, não se esqueça das técnicas de divulgação. Você pode definir uma massa mensal para concentrar ao marketing digital – como os anúncios em redes sociais, no Google e em outras plataformas. 

Além de sair mais em conta que as mídias tradicionais ( como auditoria, TELEVISÃO e jornal ), este tipo de catequese costuma ser mais assertivo.

Todas essas funcionalidades e ferramentas você encontra em uma plataforma EAD completa e segura como a Nochalks!

Categories: Ensino Remoto Futuro da Educação
Leave a comment