OS 7 EQUÍVOCOS DE PORTUGUÊS QUE VOCÊ NUNCA PODERÁ CUMPRIR

Todos nós estamos sujeitos a cumprir equívocos de português. E com o volume de informações que precisamos associar, todos os dias, essa veracidade apenas amplifica. Ter uma boa esfera da nossa linguagem é primordial, uma vez que um pequeno descuido no artigo pode atrapalhar toda mensagem que será transmitida. 

Gostou? Confira mais artigos completos AQUI.

O EducaLab quer mostrar as ferramentas mais adequadas para você conquistar o sucesso que almeja. A escritura mercantil, sem dúvidas, é uma delas. Até mesmo, ao longo todas as eras de fabricação de um curso na internet ela está presente, sendo essencial para a qualidade e credibilidade do projeto. 

Porém você sabe quais são os equívocos de português mais comuns que muita gente comete? Para evitar essas derrapadas, listamos os 07 principais. Vamos examinar! 

1. Bem-agradecido /Obrigada 

Esse mandamento é bastante simples e não há o que se objetar. Homens dizem “ BEM-AGRADECIDO ”, mulheres dizem “OBRIGADA”. 

VOCÊ SABIA QUE PODE TER SUA PRÓPRIA PLATAFORMA DE HOSPEDAGEM DE VÍDEOS LIVRE DE DIREITOS AUTORAIS? CONFIRA AQUI.

2. Ocorrer / Viver 

Na atenção de “ viver ”, a voz “ OCORRER ” não vai para o plural. A voz “ VIVER ” pluraliza geralmente. 

Ex: “Na mostra, existiam cerca de 200 indivíduos ”. 

Certamente: Na mostra, havia cerca de 200 indivíduos. 

Errado: Na mostra, haviam cerca de 60 indivíduos. 

3) Faz/ Fazem 

Constantemente que enumerar tempo, o voz “ REALIZAR ” precisa ser servidor na terceira pessoa do incomparável. Caso contrário, é o servidor geralmente, derivando sua coordenação. 

Certamente: As novas fazem a penalidade em casa. (elas fazem) 

Errado: Fazem dias que não durmo bem. ( faz dias, uma vez que refere-se a tempo ) 

4) Promotor / a gente 

No momento em que utilizamos a palavra reflexivo “A GENTE ”, desejaremos expressar nós. Indica similarmente todas as indivíduos em maior parte. Deverá ser conjugada na terceira indivíduo do incomparável. 

No momento em que utilizamos o substantivo corriqueiro “ PROMOTOR ”, desejaremos expressar uma indivíduo que faz alguma coisa, ou seja, o promotor da atuação. Pode enumerar similarmente uma indivíduo que administra uma agência, um promotor da FBI ou um conserva agente. 

5) Mas / Mais 

“ MAS ” é ajuntamento coordenativo adversativa e possui o mesmo valor de “ no entanto ”, “ porém ” ou “ porém ”. 

“ MAIS ” é advérbio de intensidade ou ajuntamento aditiva, indicando soma ou acréscimo. É similarmente o reverso de “ pouco ”. 

Então, se pretende traduzir adversidade, no atenção de “ no entanto ”, o bom é “ porém ”. 

Curso grátis: Como criar streaming de vídeo ao vivo

6) Para eu / Para mim 

Ao contrário do que muita gente pensa, o “ EU ” constantemente vem constantemente antes da voz determinando uma atuação. O “ EU ” é o obediente da atuação. 

A expressão “ PARA MIM” deverá ser usada no momento em que assume a ofício de instrumento dissimulado. 

Exemplos: 

Veja se existe uma falha para eu melhorar. 

Você comprou esse folheto para mim? 

7) Assistir ao/ Assistir o 

A voz “ ASSISTIR ”, no momento em que utilizado no atenção de “ analisar ”, rege a preposição “a”. Já no atenção de “ auxiliar ” ou “ realizar óbolo ”, o voz vem sem a preposição: 

Aplicando na citação: 

“O técnico assistiu o cliente ao longo da instalação do equipamento ”. 

“Assistiu ao programa ”. 

Acerte na momento de multar! 

A execução do texto constantemente será a melhor alternativa para obter uma ótima escrituração mercantil e apartar-se de alguns deslizes relativos à nossa linguagem. 

A desusada e ótima reconsideração similarmente é primordial para evitar equívocos de português, especialmente, em ambientes que exijam mais formalidades.

Todas as funcionalidades e ferramentas que o seu projeto precisa, você encontra em uma plataforma EAD completa e segura como a Nochalks!

Categories: Vender cursos
Leave a comment