MARKETING DE RELAÇÃO NO COMÉRCIO DIGITAL.

É cada vez maior o algarismo de empresários que perceberam a valia do marketing como estratégia para que suas empresas conquistem cada vez mais lugar em um mercado competidor. 

Gostou? Confira mais artigos completos AQUI.

No Mercado EAD isto não é distinto. Por ser um setor em desenvolvimento, a rivalidade é cada vez maior, no entanto, com lembrança de itens e serviços semelhantes. Considerando esta esfera, destacar-se como uma empresa diferenciada e fidelizar o cliente se torna um grande duelo. 

Para ajudar os empreendedores EAD nessa batalha pela parte considerada do mercado, possuímos exatamente o Marketing e suas técnicas que validam fazer um gavinha de comunicação das empresas com os seus futuros e atuais clientes, realizando aquilo que se faz com o intuito de reforçar as vendas e por resultado o ganho. 

Não obstante, além de estimular as vendas, é preciso fazer uma fidelização com seus clientes, para que eles permaneçam adquirindo os itens e serviços ofertados. 

No universo de cursos na internet este mecanismo de comunicação se aplica naturalmente, uma vez que permite moderar o nível de entusiasmo dos seus alunos quanto aos seus itens e serviços, e dessa maneira saber se ele está ativo a obter de novo o conteúdo que você oferece. 

O marketing, nesse caso, o Marketing de Relacionamento, acaba sendo uma ferramenta para a sobrevivência e para o desenvolvimento da empresa, uma vez que por meio de dele o relacionamento com os clientes e potenciais clientes é executado, garantindo que o negócio se torne suportável e se mantenha por vários anos ativo no mercado. 

Marketing de Relacionamento, de acordo com os especialistas, é nada mais que todas as aquilo que se faz tomadas pela empresa como maneira de fazer e preservar um relacionamento seguro com os seus clientes. 

O grande propósito desse setor do marketing é realizar com que os clientes se tornem fãs dos itens e serviços prestados. Com base nessa história, apontamos 3 pontos de pensamento para você acessar suas técnicas e reforçar suas vendas. 

Pôr no qual iniciar? 

Para fazer um plano de Marketing de Relacionamento, é necessário instituir a cultura de fidelização dos seus clientes juntamente a todo o seu projeto. 

Este é um albergar fundamental uma vez que ele norteia a correlação entre você e o cliente. A partir da primeira hora o cliente necessita ter uma experiência forte com o seu negócio, dessa forma a comunicação em sites, redes sociais e local de conteúdo precisam cativá-lo, de maneira que a correlação construída lhe permita proporcionar um produto ou serviço com 100% de firmeza da distribuição. 

Para que a sua empresa tenha sucesso com o seu plano de Marketing de Relacionamento é necessário que os clientes falem de seus itens e serviços de forma profícua, exibindo-se a valia de tê-los em sua vida. 

Com um relacionamento próximo e ativo seus clientes se tornarão fãs da sua marca, e o resultado disso é a propagação de maneira gratuita dos impactos positivos percebidos ao longo a compra de seus itens e serviços, e é nesse hora que ele se torna sua essencial catequese, estimulando outras indivíduos a tornarem-se clientes similarmente. Chamamos isto de “ marketing de boca a boca ”, porém esse é uma acontecimento para um outro item. 

Para que a empresa crie e instituição um Marketing de Relacionamento seguro e que gere resultados satisfatórios é fundamental que ela tenha todas as suas aquilo que se faz direcionadas para os seus clientes, fazendo com que eles se sintam à canhão mais fundamental dessa correlação comercial, afinal de contas, os clientes são a fonte de prescrição que mantêm o seu negócio de pé. 

Como teoriza Philip Kotler, “o Papa do Marketing ”: “a melhor catequese é feita por um cliente contente ”. 

VOCÊ SABIA QUE PODE TER SUA PRÓPRIA PLATAFORMA DE HOSPEDAGEM DE VÍDEOS LIVRE DE DIREITOS AUTORAIS? CONFIRA AQUI.

Crie um Programa de Acatamento 

Uma ferramenta do Marketing de Relacionamento bastante usada por grandes empresas é a obra e o progresso de um programa de acatamento. 

Você pode fazer campanhas de marketing voltadas para a ajuda de bonificações com base nos dados dos seus clientes como novas compras, informações de novos clientes ou até mesmo pelo tempo em que aquele cliente é consumidor. 

Por meio do programa de acatamento busque encantar e deleitar os seus clientes, de maneira que ele perceba os benefícios em seguir essa correlação comercial com o seu negócio, comprando os seus itens ou serviços, assim como indicando a mais. 

Não obstante, no momento de fazer um programa de acatamento que notifique o seu cliente, é necessário ter atenção para que a estratégia adotada não traga prejuízos para a empresa. Encontra-se a orientação! 

Atendimento ao Cliente 

Como registrado, o mercado digital, em destaque o de cursos na internet, permite que vários se enveredam pelo serviço de apresentar um negócio, no entanto para se preservar e ter sucesso é preciso entregar diferenciais competitivos que lhe permitam se enfatizar em meio a tantas opções. 

O atendimento ao cliente é um diferencial engenhoso surpreendentemente forte que sua empresa necessita ter, de maneira que os seus clientes sintam-se especiais. 

Dessa forma, para que o seu plano de Marketing de Relacionamento seja um sucesso, é necessário que todo o seu negócio e seus parceiros estejam formados e treinados com base na cultura de fidelização e nos planos de marketing que foram traçados. Além disso é bastante fundamental que todos estejam alinhados com a estratégia do projeto, o conteúdo concedido e metas a serem alcançadas e dessa maneira possam realizar apresentações adequadas do seu negócio. 

Dicas para um Marketing de Relacionamento de Sucesso 

# Orientação 1: Colete todas as informações necessárias sobre seus clientes 

Nós já falamos aqui no diário online sobre a valia de saber e identificar os clientes. Este é um trabalho que vários subestimam e postergam por um prolongado tempo, e acabam com um banco de dados inconcluso ou desatualizado e, no momento em que precisam se comunicar com o cliente, nem sequer podem – ou, se podem, a comunicação não é efetivo. 

Como saber melhor seus clientes? 

Aproveite todas as vagas para recensear os dados mais essenciais. Isso pode ser realizado depressa depois de cada compra, por exemplo. 

Outra orientação é mandar, com rigor, pesquisas de avaliação aos clientes. Para garantir que a maior parte responderá, associe esse estudo a uma vantagem ( como um voto, comissão ou participação em um tômbola ). Adaptar a estratégia do “ganha-ganha” lhe dá a garantia de ganhar o feedback que tanto necessita. 

Nessas pesquisas, tenha em mente de realizar a dúvida mais fundamental: Você recomendaria nossa empresa a um colega? 

A resposta a essa simples dúvida possui se voltado uma das métricas mais usadas no mercado para parecer de empresas, é o NPS ( ou Net Promoter Score), uma medição feita em uma horário de 1 a 10, que avalia quais as chances de um consumidor instilar o seu serviço aos conhecidos. A partir dela, você pode supervisionar se está de fato oferecendo uma experiência de compra além do “ moderado ” e conquistando o seu público. 

Além disso, vários clientes espontaneamente apresentam suas avaliações ao longo do atendimento. Você pode exercitar sua equipe para gravar as considerações, sugestões e críticas recebidas verbalmente no histórico do cliente. 

Fique ligado aos feedbacks negativos. Cada petição de um cliente é a sua vontade de melhorar equívocos e agravar seus relacionamentos. 

Curso grátis: Como criar streaming de vídeo ao vivo

# Orientação 2: Crie aquilo que se faz que incentivam o retorno 

Às aquilo que se faz que incentivam o retorno estabelecem um ciclo em que encontra-se mais fácil reproduzir o relacionamento com o cliente a prolongado tempo. 

O adágio mais antigo são os programas de acatamento. Nestes programas, a cada compra, o cliente ganha vantagens para voltar e adquirir novamente. Forma-se um ciclo que permite que sua empresa não somente distribuição mais, assim como também consiga novas chances de supervisionar melhor o cliente, atuar mutuamente com ele e cativá-lo. 

Outro adágio de atuação que incentiva o retorno são as pesquisas de entusiasmo associadas a um voto na próxima visita, como já citamos. 

# Orientação 3: Faça-se presente 

O marketing de relacionamento apenas traz resultado no momento em que seu progresso é seguro, contínuo. Além disso, é verificado a prolongado tempo. Não basta corresponder o cliente no hora e, em seguida, esquecer que ele há. 

Pense em como seria um relacionamento entre duas indivíduos, se uma delas apenas ligasse para a outra uma vez a cada 3, quatro ou seis meses. Logo, elas iriam se dispensar-se, mesmo que as ligações fossem feitas, uma vez que não há rigor. 

Essa mesma coerência é válida para o relacionamento entre uma empresa e seus clientes. As campanhas precisam ser frequentes e o contato necessita ser contínuo. Do contrário, você terá uma baixa contribuição de fidelização e terá de constantemente ganhar novos clientes ( e vale advertir que isto é mais roxo e mais caro em cotejo ao esforço de preservar seus clientes atuais). 

Uma ótima orientação é ter uma equipe de Sucesso do Cliente, ou Customer Success, que será encarregado por fazer aquilo que se faz customizadas para a urgência de cada cliente, definindo cronogramas e prazos, que são capazes de ser semanais, mensais ou trimestrais, o fundamental é ter um contato contínuo com o seu cliente. 

# Orientação 4: Monitore seus Resultados 

Por mais que o Marketing de Relacionamento exige um contato contínuo, como acabamos de expressar, o significado disso pode variar de acordo com o mercado em que você age. 

Por exemplo, você não se incomodaria de ganhar um e-mail todo dia de uma empresa retalheiro com ofertas para seus itens favoritos. Já no mercado B2B, mandar e-mails todos os dias não vai reforçar as chances de vendas; na verdade, pode até degradar o relacionamento. 

Como saber, por isso, qual é a abordagem mais adequada? 

A partir de testes e da auditoria dos resultados. No caso de campanhas de e-mail marketing, isto significa acompanhar as taxas de aberturas e as taxas de cliques. 

A frequência de envio dos e-mails é somente um artigo que necessita ser monitorado. Porém, na maior parte, você precisa moderar os resultados de cada atuação desenvolvida. Busque constantemente supervisionar o que funcionou – ou não – e juntar as lições aprendidas. Dessa maneira, o Marketing de Relacionamento trará frutos cada vez melhores! 

# Orientação 5: Escuta ativa 

Marketing de Relacionamento não consiste somente em linguagem com o cliente. Similarmente é bastante fundamental ouvi-lo. E, evidente, é preciso ter os canais certos para isto. 

Várias empresas erram por não ter um canal de comunicação apropriado para ganhar reclamações ou corresponder às perguntas dos clientes. Em mais casos, o canal há, porém não é ligado. ( Quem de modo algum ficou horas no atendimento telefônico, sem conseguir solucionar sua dificuldade?) 

É por esta razão que um site como o Comercial Aqui tornou-se tão popular. Ele trouxe uma via para o cliente traduzir e ser ouvido, coisa que as próprias empresas não ofereciam. 

Nossa última orientação é realizar com que sua empresa esteja com diversos canais abertos para escutar o cliente constantemente que ele tiver necessidade de, para isto é fundamental ter uma equipe preparada para este atendimento uma vez que se possui uma coisa que se tornou fundamental no mundo das vendas é o relacionamento com o cliente. 

Corporificar atendimentos de maneira corriqueira não irá encantar seu público e tão pouco de fidelizá-lo. Busque constantemente respostas rápidas e diretas, porém que sejam necessárias para o negócio do seu consumidor. Tenha constantemente em mente que a forma como os canais de atendimento funcionam traz um impacto direto na impressão que o cliente possui sobre a sua marca. 

Captou? 

Agora, você já conhece a chave para ressurgir seus clientes fãs da sua marca. Fazer mais conversões em seu negócio será uma resultado natural da aplicação dessas dicas estratégicas.

Todas as funcionalidades e ferramentas que o seu projeto precisa, você encontra em uma plataforma EAD completa e segura como a Nochalks!

Categories: Ensino Remoto Futuro da Educação
Leave a comment